Após voo com chuva, diretor cancela as tarefas da manhã no mundial feminino

0
561

Clima tenso em Leszno, na Polônia. Estavam programadas cinco tarefas para o voo competitivo desta manhã pelo mundial feminino de balonismo, porém as condições climáticas não eram as mais favoráveis. Mesmo assim, a contra gosto de muitas equipes, a atividade foi liberada. E aí veio a chuva. A maioria não conseguiu completar as tarefas e muitas molharam seus equipamentos. O diretor técnico, Matjis de Bruijn, muito conhecido aqui no Brasil, divulgou a seguinte nota:

“Cancelamento de todas as tarefas do voo 4
Apesar de todos as 38 pilotos decolarem, após uma avaliação cuidadosa da situação esta manhã, eu decido cancelar todas as tarefas deste vôo por razões de segurança, de acordo com a regra 8.2.2. 
Aproximadamente os primeiros 10 pilotos decolaram em condições como previsto, com chuva leve ocasional e  eles alcançaram a meta MDD sem problemas. Posteriormente, a chuva aumentou de forma constante. Nós podíamos ver o segundo grupo de pilotos decolar e passar a pista na chuva. O vento ficou calmo o tempo todo, como previsto, no entanto a chuva se tornou mais intensa. Todos os pilotos pousaram com segurança  e sem problemas, mas com envelopes molhados. 
Minha decisão é baseada no fato de que a concorrência leal ficou prejudicada, pois vários pilotos relataram falhas de equipamentos eletrônicos e um piloto relatou ter pousado prematuramente devido a razões de segurança.”
O voo de ontem a tarde também foi cancelado devido ao mau tempo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here