0
8

FELIZ DIA DOS NAMORADOS

Amor que nasceu nas alturas
Stéfani e Homero com sua filha Ester. Foto: Arquivo pessoal

O mesmo céu que foi palco para o 1º Festival Internacional de Balonismo de Santa Maria (RS), que aconteceu entre 20 e 24 de maio de 2009, foi também o cenário que marcou o início de um grande amor.

Para Homero, 41, piloto de balões há mais de cinco anos, aquele dia de bom vento, a princípio, parecia lhe reservar apenas uma ótima oportunidade de sobrevoar com gala a cidade santamariense. Enquanto ele acenava em um voo rasante para a população do bairro Camobi, que em solo firme o acompanhava de braços abertos e esbanjando sorrisos, um rosto se destacou na multidão.

“Lá de cima vi uma garota muito alegre e senti algo que simplemente me tocou. Em razão da distância, não conseguia enxergar exatamente os traços do rosto dela, mas tinha certeza de ela era linda. A única coisa que pensei naquele momento é que eu tinha que conhecê-la de qualquer jeito”, recorda.

Foi aí que ele decidiu fazer uma loucura. Mesmo sem saber o nome, o endereço e tampouco como era o rosto da menina que lhe despertara aquele sentimento nunca antes vivido tão intensamente, no dia seguinte, resolveu retornar ao local onde a havia avistado – desta vez em terra firme – decidido que só iria embora dali depois de encontrá-la.”No instante em que a vi de dentro do balão, já tratei de memorizar onde era a casa dela, o que facilitou bastante na hora em que fui procurá-la”, diz.

A mulher que tanto chamara a atenção de Oliveira era Stéfani Felin Lutz, hoje com 19 anos. Como num conto de fadas, a paixão à primeira vista foi recíproca e, para coroar aquele momento tão especial, o piloto resolveu convidá-la para uma volta em seu balão.

Sobrevoando a cidade que os colocou frente a frente, eles puderam se conhecer melhor, trocaram telefones, registraram aquele instante em inúmeras fotografias e prometeram que se veriam novamente.

Com o término do festival e um compromisso agendado na Colômbia, Oliveira teve que se despedir de Santa Maria e de Stéfani, mas a saudade bateu tão forte que logo tratou de reencontrá-la e pedí-la em namoro. O relacionamento entre o casal deu tão certo que hoje eles estão casados e já têm uma filhinha, a Ester, que completou um mês de vida.

Bons Ventos!!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here