Campeonato Brasileiro de Balonismo deixa céu colorido em Piracicaba, SP

0
770
O céu de Piracicaba (SP) amanheceu mais colorido nesta terça-feira (21). Isso porque após 11 anos, a cidade voltou a sediar o Campeonato Brasileiro de Balonismo, que é a seletiva para o Mundial no Japão em 2016. O evento segue até o próximo sábado (25).
O campeonato, considerado um dos mais importantes do balonismo brasileiro está em sua 28ª edição. Neste ano, 13 pilotos disputarão o almejado título de campeão brasileiro. Mas uma boa colocação também é bastante importante para os pilotos, já que o evento vai definir os representantes do Brasil no Japão.
Os locais de decolagem podem variar de acordo com a estratégia de cada equipe, que deve levar em consideração as condições do vento. O aeroporto Comendador Pedro Morganti, que fica no bairro Monte Alegre, em Piracicaba, é um ponto de apoio e de reuniões dos competidores.
Segundo o presidente da Confederação Brasileira de Balonismo (CBB), responsável pela organização em parceria com a Prefeitura de Piracicaba, a programação deste campeonato será intensa. “Os competidores já começaram com os voos treinos e os briefings, que são reuniões para definir as tarefas que deverão ser realizadas por eles durante os voos”, falou Valdemir Taveira
Até dia 25 serão nove voos, com inúmeras tarefas, cujas combinações são decididas 1 hora antes de cada voo, em função da direção do vento naquele momento. O trabalho de direção técnica será do piloto e construtor de balões, Marcos Bonincontro. “Além de preparar as melhores combinações de provas, também queremos fazer a medição dos resultados no local baixar os tracks dos registradores, fazer a pontuação para cada tarefa, tirar dúvidas, fazer revisões e tornar os resultados provisórios em oficiais”, explicou ele.
Cada equipe de balão é composta pelo piloto, navegador, condutor e navegador terrestre, e montador do equipamento. As funções dos três últimos se misturam para atender todas as exigências do piloto em solo e no ar. E segundo Bonincontro, tudo ocorre de acordo com as regras internacionais da Federação Aeronáutica Internacional (FAI).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here