Com uma neblina atípica, duas provas são realizadas em Torres

0
544
Um fenômeno natural atípico em Torres aconteceu hoje pela manhã. Uma forte neblina atingiu a cidade, ocasionando pouca visibilidade. No primeiro briefing, a organização do evento havia delimitado três tarefas, mas o vento soprava um pouco forte e uma segunda reunião foi marcada.
Em torno de 07:30 da manhã, a organização decidiu cancelar uma tarefa, que seria uma caça a raposa, para realizar um fly in e um fly on. O fly in seria uma prova especial em homenagem ao empresário torrense Roni Pinho Lopes, já falecido e um grande apoiador do festival.
Geralmente nas provas da manhã os balões decolam de vários locais para chegar no alvo fixado no parque do balonismo, mas desta vez foi diferente: os balões decolaram todos do parque, com os alvos sendo na igrejinha do campo de golfe e em um terreno próximo as margens da BR 101.
Como a neblina ainda estava um pouco forte, na medida que os balões decolavam, iam desaparecendo em meio a cortina branca que havia. Lindo demais! 
Após a decolagem, peguei o carro e juntamente com minha amada e fotógrafa Clara partimos pra um dos alvos. No caminho, impossível não parar nas margens do Rio Mampituba para apreciar as belas imagens que os balões estavam proporcionando.
O voo foi lindo, porém, apenas um piloto conseguiu chegar próximo do alvo. Davi Ianibelli demonstrou uma perícia incrível, além de muita paciência, para achar um vento que o levou perto do alvo. Não tenho certeza se a janela de tempo havia acabado, mas torço que não, pois todo o esforço que ele fez merece ser recompensado.
Tempo em Torres neste momento é de sol, com uma neblina atingindo a cidade ainda. Próximo voo está programado para as 16 horas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here