Prova da chave foi o destaque da tarde de sábado em Torres

0
454

Mais uma tarde especial em Torres.
Parque do balonismo lotado.
Muita, mas muita gente mesmo.
Estavam aguardando a prova mais esperada.
A prova da chave.
No briefing, Bruno confirmou as tarefas: fly in, prova da chave e valsa de hesitação.
A valsa teria dois alvos: no campo de futebol no Faxinal e onde pousasse o balão raposa.
O público aguardava ansioso a chegada dos balões.
A maioria decolou do Passo de Torres.
Pouco a pouco eles começavam a surgir em direção ao Mampituba.
Começavam as emoções.
Filipe Tostes teve uma aproximação incrível.
Iria pegar a chave.
Estava com o argentino Roberto Stocker.
Tremi na base.
Bateram no mastro inflável e por pouco não foram contemplados.
Faltou sorte.
Competência, tiveram de sobra.
O mastro caiu no chão.
E não foi possível erguer novamente.
Os balões continuavam a se aproximar.
Boas marcas no fly in. 
Em seguida foram ao alvo da valsa, definido pelo balão raposa.
Boas marcas também.
A disputa está acirrada.
Que sábado este em Torres.
A capital do balonismo merece este espetáculo.
Que bons ventos continuem soprando!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here