spot_img

Tarefas do Balonismo

Extraído do livro de regras oficiais do balonismo – CAPÍTULO 15.


15.1 ALVO DECLARADO PELO PILOTO (PDG)

15.1.1 Competidores tentarão jogar uma marca próximo a um alvo ou ponto de trilha válido selecionado por ele mesmo e declarado por ele antes do voo.

15.1.2 Dados da Tarefa:
– a. método de declaração
– b. número de alvos permitidos
– c. alvos disponíveis para declaração
– d. distâncias mínima e máxima do (s) alvos (s) do CLP ou do ILP de acordo com a TDS

15.1.3 O resultado é a distância da marca ou ponto de trilha válido até o alvo válido declarado mais próximo. O menor resultado é melhor.

15.2 ALVO DECLARADO PELO JUIZ (JDG)

15.2.1 Competidores irão tentar lançar a marca ou obter um ponto de trilha válido próximo a um alvo previamente marcado.
15.2.2 Dados da Tarefa:
– a. posição do alvo previamente marcado ou do alvo em X
15.2.3 O resultado é a distância da marca ou ponto de trilha válido mais próximo ao alvo em X, se colocado, ou do alvo. O menor resultado é melhor.

15.3 VALSA DA HESITAÇÃO (HWZ)


15.3.1 Competidores irão tentar jogar a marca ou obter um ponto de trilha válido próximo a um dos vários alvos previamente marcados.
15.3.2 Dados da Tarefa:
– a. posição dos vários alvos previamente marcados ou dos alvos em X
15.3.3 O resultado é a distância da marca ou ponto de trilha válido mais próximo aos alvo em X mais próximo, se colocado, ou do alvo. O menor resultado é melhor.

15.4 FLY IN (FIN)


15.4.1 Competidores irão procurar a sua própria área de decolagem e tentar jogar a marca ou obter um ponto de trilha válido próximo do alvo previamente marcado ou do alvo em X.
15.4.2 Dados da Tarefa:
– a. posição do alvo previamente marcado ou do alvo em X
– b. distâncias mínima e máxima do ponto individual de decolagem ao alvo ou alvo em X
– c. número de decolagens permitidas
15.4.3 O resultado é a distância da marca ou o ponto de trilha válido mais próximo ao alvo em X, se colocado, ou do alvo. O menor resultado é melhor.
15.4.4 Somente uma tentativa de pontuação (jogar a marca) poderá ser feita.
Em eventos sem marcação por logger, um pouso competitivo deverá ser declarado ao observer na primeira oportunidade.
Tarefas do Balonismo

15.5 FLY ON (FON)

15.5.1 Competidores tentarão jogar a marca ou alcançar um ponto de trilha válido próximo ao alvo selecionado e declarado por eles durante o voo.
15.5.2 Dados da Tarefa:
– a. método de declaração.
– b. número de alvos permitidos
– c. alvos disponíveis para declaração
– d. distâncias mínima e máxima entre a marca anterior e o alvo declarado
15.5.3 O resultado é a distância da marca ou do ponto de trilha válido mais próximo ao alvo declarado válido. O menor resultado é melhor.
15.5.4 Método de declaração para eventos com observadores (NÃO SE APLICA)

15.6 CAÇA À RAPOSA (HNH)


15.6.1 Competidores irão seguir um balão raposa e tentar lançar a marca ou obter um ponto de trilha válido o mais próximo ao alvo em X colocado pelo balão raposa a não mais que 02 metros na direção do vento em relação ao cesto após o pouso.
15.6.2 Dados da Tarefa:
– a. descrição do balão raposa
– b. duração provável do voo do balão raposa
15.6.3 O resultado é a distância do ponto de medição da marca ou ponto de trilha válido mais próximo ao alvo em X. O menor resultado é melhor.
15.6.4 Variação na duração do voo do balão raposa não deverá ser motivo de reclamação.
15.6.5 O balão raposa poderá ser desinflado após o pouso e poderá ser removido do campo.
15.6.6 O balão raposa poderá pendurar uma faixa debaixo do seu cesto. Nenhum competidor poderá levar uma faixa pendurada debaixo do cesto durante esta tarefa.

15.7 CAÇA À RAPOSA COM CORRIDA (WSD)

15.7.1 Competidores irão voar para o ponto de decolagem de um balão raposa, seguir a raposa e tentar jogar a marca ou obter um ponto de trilha válido o mais próximo do alvo em X colocado pelo balão raposa a não mais que 02 metros na direção do vento em relação ao cesto após o pouso.
15.8.2 Dados da Tarefa:
– a. descrição do balão raposa
– b. localização do ponto de decolagem do balão raposa
– c. horário de decolagem do balão raposa
– d. provável duração do voo do balão raposa
15.8.3 O resultado é a distância do ponto de medição da marca ou ponto de trilha válido mais próximo ao alvo em X. O menor resultado é melhor.
15.8.4 Se o balão raposa não decolar dentro de 05 minutos depois do horário combinado, a tarefa será considerada cancelada.
15.8.5 Variação na duração do voo do balão raposa não deverá ser motivo de reclamação.
15.8.6 O balão raposa poderá ser desinflado após o pouso e poderá ser removido do campo.
15.8.7 O balão raposa poderá pendurar uma faixa debaixo do seu cesto. Nenhum competidor poderá levar uma faixa pendurada debaixo do cesto durante esta tarefa.

15.8 GORDON BENNETT MEMORIAL (GBM)

15.8.1 Competidores tentarão jogar a marca ou obter um ponto de trilha válido dentro de uma(s) área(s) de pontuação próxima a um alvo previamente marcado.

15.8.2 Dados da Tarefa:
– a. posição do alvo ou do alvo em X
– b. descrição da(s) área(s) de pontuação

15.08.3 O resultado é a distância da marca ou ponto de trilha válido mais próximo ao alvo em X, se colocado, ou do alvo. O menor resultado é melhor.

15.9 VOO AO ALVO COM JANELA DE TEMPO (CRT)

15.9.1 Competidores tentarão jogar a marca ou obter um ponto de trilha válido dentro de uma área válida próxima de um alvo previamente marcado. A(s) área(s) de pontuação terão períodos de tempos específicos de validade.

15.9.2 Dados da Tarefa:
– a. posição do alvo ou do alvo em X
– b. descrição da(s) área(s) de pontuação e seus períodos de validade

15.9.3 O resultado é a distância do ponto de medição da marca ou ponto de trilha válido mais próximo ao alvo em X, se colocado, ou do alvo. O menor resultado é melhor.

15.9.4 Um competidor que não conseguir jogar uma marca ou obter um ponto de trilha válido dentro da área de pontuação durante o seu tempo de validade, não obterá resultados.

15.10 CORRIDA PARA UMA ÁREA (RTA)

15.10.1 Competidores tentarão jogar a marca ou obter um ponto de trilha válido, conforme especificado nos dados da tarefa, no tempo mais curto dentro de uma(s) área(s) de pontuação ou espaço(s) aéreo(s).

15.10.2 Dados da Tarefa:
– a. métodos para medição do tempo
– b. descrição da(s) área(s) de pontuação

15.10.3 O resultado é o tempo decorrido entre a decolagem e a queda da marca ou o primeiro ponto de trilha válido. O menor resultado é melhor.

15.10.4 A contagem do tempo termina quando a marca é lançada, caindo ou caída no solo conforme vista pelos oficiais, ou no momento do primeiro ponto de trilha válido dentro da área de pontuação, se apenas os ponto de trilha forem considerados. Se o evento utilizar observers, eles devem se certificar de que pararam seus relógios conforme o que foi determinado para esta tarefa.


COTOVELO (ELB)

15.10.5 Competidores tentarão obter a maior modificação de direção durante o voo.

15.10.6 Dados da Tarefa (se não forem utilizadas marcas):
– a. descrição do ponto “A”,
– b. descrição do ponto “B”
– c. descrição do ponto “C”

15.11.3 Dados da Tarefa (se forem utilizadas marcas)
a. descrição dos pontos “A”, “B” e “C”
b. distâncias mínimas e máximas de “A” para “B”
c. distâncias mínimas e máximas de “B” para “C”

O resultado é 180 graus menos o ângulo ABC. O maior resultado é melhor.

15.12 ÁREA TRIANGULAR (LRN)

15.12.1 Competidores tentarão obter a maior área de um triângulo “A”, “B” e “C”.

15.12.2 Dados da Tarefa:
– a. descrição do ponto “A”
– b. método de determinação do ponto “B”
– c. método de determinação do ponto “C”
– d. descrição da(s) área(s) de pontuação

15.12.3 O resultado é a área do triângulo ABC. O maior resultado é melhor.

15.13 MÍNIMA DISTÂNCIA (MDT)

15.13.1 Competidores tentarão jogar a marca ou obter um ponto de trilha válido o mais próximo do ponto comum de decolagem, depois de ter voado um mínimo de tempo ou distância definido.

15.13.2 Dados da Tarefa:
– a. definição do tempo mínimo
– b. métodos de medição do tempo ou distância
– c. ponto de referência

15.13.3 O resultado é a distância da marca ou do ponto de trilha válido mais próximos ao ponto de referência. O menor resultado é melhor.

15.13.4 A posição de pontuação é a marca ou o melhor ponto de trilha após um tempo decorrido ou distância percorrida mínimos terem passado. Se forem utilizados observadores, a posição de pontuação será a marca, se o observer tiver visto o lançamento após o tempo mínimo determinado. Do contrário, a posição de pontuação será a do pouso, desde que o balão tenha sido visto no ar por um oficial de competição depois do tempo mínimo estipulado.

15.14 DISTÂNCIA COM ÁREA DE PONTUAÇÃO (SFL)

15.14.1 Competidores tentarão jogar a marca ou obter um ponto de trilha válido o mais próximo do ponto de referência, dentro de um conjunto de área(s) de pontuação definido.

15.14.2 Dados da Tarefa:
– a. descrição da(s) área(s) de pontuação
– b. ponto de referência

15.14.3 O resultado é a distância entre marca ou o melhor ponto de trilha válido ao ponto de
referência. O menor resultado é melhor.

15.15 MÍNIMA DISTÂNCIA COM DUAS MARCAÇÕES (MDD)

15.15.1 Competidores tentarão jogar duas marcas ou obter dois ponto de trilha válidos o mais próximos entre eles em diferentes áreas de pontuação.

15.15.2 Dados da Tarefa:
– a. descrição das áreas de pontuação

15.15.3 O resultado é a distância entre as marcas ou entre os pontos de trilha. O menor resultado é melhor.

15.15.4 Competidores não obterão resultados a não ser que tenham pontos de trilha válidos ou marcas em diferentes áreas de pontuação, como consta na TDS.

15.16 MÁXIMA DISTÂNCIA COM TEMPO DEFINIDO (XDT)

15.16.1 Competidores tentarão jogar a marca ou obter um ponto de trilha válido o mais longe do ponto de referência, dentro de um tempo máximo definido.

15.16.2 Dados da Tarefa:
– a. definição do tempo máximo
– b. método de medição do tempo
– c. ponto de referência

15.16.3 O resultado é a distância da marca ou do ponto de trilha válido mais próximo ao ponto de referência. O maior resultado é melhor.

15.16.4 (para eventos com observadores – NÃO SE APLICA).

15.17 MÁXIMA DISTÂNCIA (XDI)

15.17.1 Competidores tentarão jogar uma marca ou obter um ponto de trilha válido o mais longe que puderem do ponto de referência dentro da (s) área(s) de pontuação.

15.17.2 Dados da Tarefa:
– a. descrição da(s) área(s) de pontuação
– b. ponto de referência

15.17.3 O resultado é a distância da marca ou do track point válido ao ponto de referência. O maior resultado é melhor.

15.18 MÁXIMA DISTÂNCIA COM DUAS MARCAÇÕES (XDD)

15.18.1 Competidores tentarão jogar duas marcas ou pontos de trilha válidos o mais longe entre si em uma(s) área(s) de pontuação.

15.18.2 Dados da Tarefa:
– a. descrição da(s) área(s) de pontuação

15.18.3 O resultado é a distância entre as marcas ou dos ponto de trilha mais distantes. O maior resultado é melhor.

15.19 ÂNGULO (ANG)

15.19.1 Competidores tentarão obter a maior modificação de direção de uma determinada direção estabelecida. A modificação da direção é o ângulo entre a direção estabelecida e a linha “AB”.

15.19.2 Dados da Tarefa:
– a. descrição dos pontos “A” e “B”
– b. direção estabelecida
– c. distâncias mínima e máxima entre “A” e “B”

15.19.3 O resultado é o ângulo entre a direção estabelecida e a linha “A-B”. O maior resultado é melhor.

15.20 TAREFA EM TRÊS DIMENSÕES (3DT) (para eventos com pontuação por logger)

15.20.1 Os competidores deverão tentar obter a maior distância dentro de um espaço aéreo determinado.

15.20.2 Dados da Tarefa
– a. descrição do (s) espaço (s) aéreo (s)

15.20.3 O resultado é a distância horizontal acumulada entre os track points válidos no (s) espaço (s) aéreos(s) determinado(s). O maior resultado é melhor.

NOTíCIAS RELACIONADAS

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhar Notícia

ULTIMAS NOTÍCIAS

%d blogueiros gostam disto: