0
696
ESPECIAL
Bate-papo com Alexandre Giglio
Alexandre Giglio (de costas) no Festival de Torres. Foto: Arquivo pessoal
Ontem a tarde eu e o piloto carioca Alexandre Giglio tivemos um bate-papo muito legal, onde ele me contou um pouco sobre sua história no balonismo. Confira a seguir alguns trechos:
Sobre como entrou no esporte – “Entrei em 1996, fazendo equipe com o também carioca Flamarion Barreto, que foi quem me ensinou a pilotar um balão de ar quente.”
Local do primeiro voo – “Como equipe meu primeiro voo foi em Campo Mourão, no Paraná. Já como piloto foi no Rio de Janeiro. E o meu primeiro festival de balonismo que participei foi em Torres, em 1999.”
Um momento de tristeza no esporte – “Não tenho muitos momentos de tristeza no balonismo, pois para mim o balonismo só trás alegria. Mas ficou na minha lembrança dois acontecimentos bem tristes, um foi a morte do Leandro, um grande amigo que fazia na ocasião equipe para o Kleber Bismark e morreu eletrocutado e a morte do meu grande amigo AC Giusti.”
Um momento de alegria – “Alegria tenho muitas, pois toda vez que chegamos bem em algum alvo é uma tremenda felicidade, mas ficou marcado em mim o dia em que ganhei o festival de Pindamonhangaba, em 2002.”
Lugar mais lindo que já voou – “Torres e Rio de Janeiro.”
Um ídolo no esporte – “Ídolo no esporte não tenho, agora na vida só tenho um: Jesus. Mas um piloto que admiro bastante é o Sacha Haim, além de dois grandes amigos que são o Cid Barros (Bola) e o Jorge Tzitzi.”
Mensagem para os leitores do blog – “Para todos os leitores do incrível BlogBalonismo, eu só tenho uma coisa a dizer, quem ainda não teve a oportunidade de voar de balão, venha voar pois você está perdendo uma das coisas mas incríveis da sua vida. Grande abraço do piloto Alexandre Giglio.”
Abaixo algumas fotos de festivais e ações promocionais realizadas por Alexandre:
Foto: Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo Pessoal
Bons ventos!!!!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here