spot_img
GLOBO REPÓRTER
‘Foi um dos voos mais difíceis que já fiz’, revela Feodor Nenov
Foto: Rede Globo

Uma rajada de vento repentina levou o balão do Globo Repórter nos Céus do Brasil para a copa das árvores. Foi um susto, mas ninguém se machucou. 
O balonista Feodor Nenov afirma que o vento já estava previsto, mas não esperava que fosse ser tão forte. E revela: “Foi um dos voos mais difíceis que já fiz.”
Nelson Baretta, da equipe de resgate, explica as condições ideias para o voo de um balão: “A decolagem precisa ser em um espaço aberto e protegido de ventos. O pouso, em um local que não cause impacto ambiental, nem na propriedade das pessoas”, ressalta.
Bons Ventos!!!!

NOTíCIAS RELACIONADAS

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhar Notícia

ULTIMAS NOTÍCIAS

%d blogueiros gostam disto: