A França no mundial de balonismo: Nicolas Schwartz

0
550
O entrevistado de hoje do BlogBalonismo é Nicolas Schwartz, filho do Bruno Schwartz. Nicolas também tem nacionalidade brasileira e foi formado pelo piloto Luiz Eduardo Consiglio, o Baixinho.
Blog: Qual a expectativa para o mundial a ser realizado no Brasil? 
Nicolas: Espero um campeonato mundial marcado por uma organização local que não parece honesta, que demonstra um sentimento de desconfiança ao invés de confiança. Poucos participantes se inscreveram este ano, houve muitas desistências  e aqueles que se inscreveram permanecem céticos. É realmente uma pena, porque o Brasil é um país bonito, com pessoas calorosas e acolhedoras.
Blog: Já havia participado de campeonatos mundiais anteriormente? 
Nicolas: Sim, duas vezes, em 2010 e 2012, na Hungria e no Estados Unidos.
Blog: A França pode ser campeã mundial? 
Nicolas: Estes campeonatos premiam os pilotos e não países, mas um piloto francês venceu em 2008. A composição atual do Team France é promissora e existem chances para repetir um pódio.
Blog: Quais são os países favoritos ao título?
Nicolas: Na minha opinião é na seguinte ordem:  Estados Unidos, Reino Unido, Japão, França, Espanha e Suíça. 
Blog: Quais são as suas melhores classificações nos Campeonatos Mundiais? 
Nicolas: Quarto lugar em 2010 na Hungria e sexto lugar nos EUA em 2012.
Blog: Quais são as sua melhores classificações nos campeonatos nacionais do seu pais? 
Nicolas: No pódium desde 2008, exceto 2013. Campeão da França em 2008, 2009 e 2012.
Blog: Como está sendo a preparação para o evento? 
Nicolas: Voando regularmente durante todo o ano, participando de duas competições por ano, prosseguindo 15 dias antes do evento bebendo 1 litro de propano todas os dias no café da manhã (risos).
Blog: Pretendem chegar quando no país? 
Nicolas: Se formos, chegaremos dois dias antes e dois dias após partiremos. Não há tempo para ficar mais por razões profissionais.
Blog:  Uma mensagem para os leitores do blog. 
Nicolas: Gostaríamos muito de vir voar com balão no Brasil, no campeonato do mundo e, especialmente, para compartilhar nossas histórias e experiências com os participantes brasileiros e outros participantes do mundo inteiro. Este é um grande evento que transmite valores positivos, é também uma oportunidade única para todos os pilotos de balão que desejam enfrentar os melhores do mundo. Infelizmente, a equipe local organizadora deste campeonato não nos permite de garantir a nossa vinda, nesta altura do campeonato, é lamentável …

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here