Há seis anos, no Blog: Equipe Reebok de balonismo já se prepara para o Open de Rio Claro

0
668
O piloto da equipe Reebok de balonismo Sacha Haim, que deixou o Festival de Balonismo de Torres com sexto lugar, já inicia preparação para o Open de Rio Claro, próximo evento do ano a ser disputado entre os dias 25 e 29 de junho. Sacha foi prejudicado em Torres por uma saída ruim no primeiro dia e redução no volume de provas por causa do mau tempo em função de uma frente fria. Ainda assim, destaca que foi um grande evento e de muito retorno em público.
O Festival de Balonismo terminou sem a tradicional prova da chave — em que os competidores devem se aproximar de um mastro e pegar a chave de dentro do balão —, devido ao tempo instável. A prova já havia sido adiada no domingo pelo mesmo motivo. “Foi um evento muito bacana, competitivo. Na verdade eu não fiz como deveria, terminei em sexto lugar e poderia facilmente ter obtido um resultado menor.”
Sacha Haim destaca que fato de haver menos provas que o previsto provavelmente atrapalhou um pouco mais. “Com maior numero de provas teria mais possibilidade de desempenho melhor, em geral tenho média melhor com mais provas. Eu preferiria ter voado mais.” O piloto destaca a grande visibilidade da equipe Reebok no evento. Além do balão com Sacha Haim, a equipe levou para Torres um balão com o piloto Jairo Fogaça que desenvolveu passeio com público, jornalistas e ações especiais.
A equipe teve dois saltos do B.A.S.E. Jumper e pára-quedista Luiz Sabiá, incluindo uma apresentação noturna. Contou ainda com participação da jornalista e cicloativista Renata Falzoni, que produziu reportagens especiais com filmagens pendurada ao cesto do balão. “A equipe Reebok com certeza foi a mais organizada, a que mais chamava atenção”, definiu o piloto.
O festival foi vencido pelo o paranaense Kaio Chemin, 21. Em segundo lugar ficou Fábio Passos, de São Paulo, com 5.763, e em terceiro a francesa Martine Besnainou, com 5.717.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here